APOIE O TREINO NA LAJE

Você pode ajudar milhares de pessoas através do projeto Treino na Laje.

Veja abaixo como doar cestas básicas ou como apoiar financeiramente o projeto. Caso tenha roupas, cobertores e alimentos para doar entre em contato  direto pelo botão "Fale com Sophia".

WhatsApp Image 2021-04-01 at 11.44.46.jp

Doação de cestas básicas

Sua doação pode ajudar muitas famílias. Para encaminhar sua doação, preencha os dados abaixo no campo de entrega:

Rua Francisco da Cruz Mellão, 248. CEP 05782-351 - Comunidade Vale das Virtudes

WhatsApp Image 2021-04-01 at 13.20.53.jp

Aceitamos transferência por conta bancária e PIX 

Dados bancários

Banco Itaú

Agência: 0845

Conta: 23536-5

CNPJ: 37.961.697/0001-77

Razão Social:

Associação Treino na Laje

PIX 11992259988

84850933_2478219955826178_86003879883476
WhatsApp Image 2021-04-01 at 11.44.48.jp
20200912_164222.jpg
NOSSA     MISSÃO
Realizar ações sociais  em parceria ao voluntariado, nas comunidades periféricas  e com indivíduos que vivem em extrema carência social na cidade de São Paulo.
WhatsApp Image 2021-04-01 at 11.51.57.jp
NOSSA HISTÓRIA

Criada em setembro de 2018 por Sophia Bisilliat, a Associação Treino na Laje, tem como principal objetivo resgatar a autoestima de pessoas, por meio de ações sociais.

 

Além do yoga, que a própria Sophia oferece às comunidades, ela conta com a colaboração de outros professores de yoga e profissionais voluntários formados em áreas, como, treino funcional, circo, nutricionista, moda, fotografia, fisioterapia, dentista e cabeleireiro. O programa também oferece atividades de futebol para crianças e adolescentes com o intuito de contemplar todos os públicos.

 

Além das ações que proporcionam bem-estar, um mês antes da pandemia no Brasil, especificamente em fevereiro de 2020, o projeto iniciou a distribuição de alimentos em comunidades de extrema carência. Quando a pandemia de fato foi declarada, foi iniciada oficialmente a distribuição de 950 cestas básicas/mês, na época em três comunidades periféricas na cidade de São Paulo.  O que já chegou a vinte, hoje são doze comunidades contempladas.  

 

Paralelo a esta ação, outra população favorecida, são os moradores de rua do centro da cidade de São Paulo, que inicialmente recebiam marmitas e que agora foram substituídas pelo tradicional "café da tarde”, uma ceia com bolos, café, chocolate quente, sanduíches, flores e frutas, doados pelos parceiros do projeto.

Este café, atende por dia, 600 moradores, em sua maioria homens, pessoas idosas, mulheres e crianças.

 

Atualmente este programa já beneficiou mais de 5.000 pessoas, incluindo alunos, famílias carentes, moradores de rua,  voluntários, apoiadores e parceiros.

 

Os encontros nas lajes, acontecem às quintas, sábados e domingos todos os meses do ano em diferentes horários. As aulas são abertas para todos que tem interesse e queiram participar. As ações beneficentes, ocorrem durante a semana de cada mês em dias intercalados de acordo com a demanda.

 

Para mais informações, acesse o link: Fale com Sophia.

visão
Ser apoiado e reconhecido como um programa social inovador que realiza ações voluntárias coletivas, voltadas para a autoestima e valorização do indivíduo.
EKOMAT_YogaLaje_-294.jpg
nossos valores
 
-Transparência
- Estímulo à ressocialização
- Inclusão Social
-Trabalho Colaborativo
- Inovação
EKOMAT_YogaLaje_-193.jpg
nossos objetivos
 
 
 
 
Promover a valorização, inclusão e ressocialização de pessoas, em situações de vulnerabilidade social, por meio de ações voluntárias beneficentes.
DEPOIMENTOS

“Eu me chamo Janete Dourado, tenho 54 anos, sou adepta de atividades físicas, porém com o treino na laje, tive a oportunidade de expandir o meu cotidiano de atividades.

Com o projeto da Sophia Bisilliat, conheci algo que vai além do bem-estar físico, a leveza mental e espiritual proporcionada pela prática da Yoga.

Gratidão a Sophia, aos voluntários que a cada aula nos traz uma prática diferente, aos colaboradores que nos cedem espaço e tapetes e aos colegas que não desperdiçam a oportunidade de ter uma boa qualidade de vida, gratuitamente, com amor e comprometimento dos envolvidos no projeto.”

Janete Dourado

1 / 21